Décio Freitas

BIOGRAFIA:

Natural de Encantado (1922), o jovem Décio Bergamaschi Freitas se mudou para Porto Alegre para estudar no Colégio Rosário. Mais conhecido como historiador, Décio era formado pela Faculdade de Direito da Universidade do Rio Grande do Sul, onde iniciou intensa militância política no Partido Comunista Brasileiro e o trabalho na imprensa. Faleceu em Porto Alegre em 9 de março de 2004.

Décio Freitas foi um dos raros historiadores cuja obra provocou transformações reais, não apenas intelectuais. Se hoje há um organizado movimento negro no Brasil e se discutem temas importantes como racismo e sistema de quotas, boa parte do crédito pode ser dado ao historiador gaúcho, pioneiro na sistematização da figura mítica de Zumbi dos Palmares.

Décio foi o pioneiro na recuperação da luta contra a escravidão em Palmares. Seu livro de 1971, Palmares, a Guerrilha Negra, começou a ser escrito quando ele ainda cumpria exílio no Uruguai após o golpe militar. É nele que o historiador apresenta dados e informações que mudam a forma de encarar a resistência do Quilombo dos Palmares, como a maior insurreição escrava da América Latina, e onde o autor comprova a existência do herói Zumbi dos Palmares.

 
 

LIVROS NA EDITORA SULINA:

     

(Dissertações acadêmicas de Getúlio Vargas) Segundo Croce, toda história é contemporânea, ou seja, g ...



Imprensa
 

Voltar

 

Os dados pessoais fornecidos pelos usuários do site www.editorasulina.com.br são assegurados pela seguinte Política de Privacidade