Juremir autografará hoje o seu novo livro
08/06/2011
É hoje, a partir das 18h30min, no Auditório do Correio do Povo (rua Caldas Junior, 219), a sessão de autógrafos do novo livro de Juremir Machado da Silva. "Vozes da Legalidade - Política e Imaginário na Era do Rádio" é o 11 livro de Juremir pela Editora Sulina. Neste trabalho, o jornalista, escritor e sociólogo ampara e dá forma narrativa ao relato do historiador, ouvindo e traduzindo significados de vozes tão marcantes de uma importante parte da história do Brasil do século XX. As vozes em questão são as de Leonel Brizola, de Jango, de Carlos Lacerda, do general Machado Lopes; do ministro da Guerra, Odylio Denys. Mas também a voz de Jânio Quadros; as vozes de remanescentes, jornalistas, radialistas e políticos; a voz das ruas, a voz do Rio Grande e, especialmente, da Rádio Guaíba, que se tornou a "cabeça" de uma rede inusitada e vitoriosa.

Juremir já contribuiu com a leitura da história com obras de sucesso como "1930" e "Getúlio". Agora segue sua contribuição, jogando luzes sobre o episódio da Legalidade. Para construir a narrativa, o escritor fez muitas pesquisas e diversas entrevistas.

"O personagem principal desta história é o Brizola", admite Juremir. O outro personagem é Jango, sobre o qual Juremir dispara: "É falsa a ideia de que era homem fraco. Era forte, de convicções, mas homem de negociação. Em 1964 foi derrubado pelos seus acertos", resume. E no livro tem muito mais. Assinantes do CP podem adquirir o livro pelo telefone 3216-1600. No site www.correiodopovo.com.br/legalidade, tem uma linha do tempo dos 50 anos da Legalidade.
Link: http://www.correiodopovo.com.br/Impresso/?Ano=116&Numero=251&Caderno=5&Noticia=302670

Voltar | Versão em PDF | Indicar

 

Os dados pessoais fornecidos pelos usuários do site www.editorasulina.com.br são assegurados pela seguinte Política de Privacidade