Editora Sulina
0

    Sua sacola está vazia.

As idéias de um transintelectual

14/04/2008

Edgar Morin dá início hoje ao Fronteiras do Pensamento 2008 -

Começa hoje, às 19h30min, no Salão de Atos da UFRGS, o principal evento intelectual do ano no Rio Grande do Sul. O Fronteiras do Pensamento Copesul Braskem tem início com a palestra do pensador francês Edgar Morin e trará à cidade, ao longo do ano, nomes como David Byrne, Pedro Juan Gutiérrez e Wim Wenders. Os ingressos estão esgotados.

O francês Edgar Morin é o tipo de intelectual que não se contenta com pouco. Aos 86 anos, segue um crítico incansável da fragmentação do conhecimento. Defende a complexidade. Conceitos como a ecologia da ação, a identidade transcultural e a antropoética, entre outros, fazem do autor dos seis volumes de O Método um pensador que exige uma compreensão que, para os cartesianos, parece impossível: a do todo. Sua proposta é de uma pretensão gigantesca: uma reforma do pensamento por meio do ensino transdisciplinar.

Uma de suas obras mais respeitadas, O Método (que teve suas seis partes publicadas no Brasil pela editora Sulina) dá a dimensão do exaustivo trabalho intelectual de Morin. A obra trata da vida, do espírito, das ideologias, do imaginário, da luta entre escolas diferentes do pensamento e da necessidade de tolerância.

Mas Morin não abandona os assuntos latentes do cotidiano. A maior prova é o tema da palestra que fará na estréia do Fronteiras do Pensamento Copesul Braskem: 1968-2008: O Mundo Que Vi e Vivi. Outra prova são seus dois mais recentes lançamentos no Brasil: Diário da China e O Mundo Moderno e a Questão Judaica, duas boas opções de leitura para quem não puder acompanhar a palestra.


Link: www.zerohora.com.br