1968, DE MAIO A DEZEMBRO
Jornalismo, imaginário e memória
Álvaro Nunes Larangeira
Christina Ferraz Musse
Juremir Machado da Silva

ISBN: 978-85-205-0833-6
Categoria: Comunicação, Jornalismo, História do Brasil
Edição: 1ª edição - 2018
Formato: 16 x 23 cm
Nº de Pag.: 333
Peso: 0,456 Kg
Preço: R$ 45,00

O que aconteceu em 1968 no mundo? O que houve no Brasil? Como tudo se passou na França rebelada? Nos cinquenta anos do maio mais famoso de todos os tempos e do dezembro brasileiro mais triste, o do AI-5, este livro, fruto de pesquisas feitas por mestrandos, doutorandos e professores de três instituições PUCRS, UTP e UFJF, revisita o passado e acessa jornais, imaginários e memórias de jornalistas.
Se maio de 1968 foi de sonhos e ilusões, dezembro, no Brasil, representou uma segunda lápide sobre as esperanças de uma nação. A primeira fora imposta com o golpe midiático-civil-militar de 1964. A Rede JIM (Jornalismo, Imaginário e Memória) entrega esta obra aos leitores como uma homenagem aos jovens que mudaram do seu jeito o mundo em 1968, surpreendendo líderes políticos tradicionais, e a todos os que lutaram contra o regime de exceção no Brasil, essa longa noite sem lua que acobertou a tortura pratica por homens como o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra e tentou calar uma geração inteira.
Para o francês Michel Maffesoli, que tinha 24 anos na época, maio de 1968 “é antes uma espécie de chama, uma luz que continua a brilhar em nossa imaginação, uma doce nostalgia da juventude passada, um alegre estímulo para viver aqui e agora, em suma, um momento eterno”. Dezembro lembra as trevas que não podem voltar. Que o sol brilhe.
Confira a fanpage da Editora Sulina www.facebook.com/editorasulina

 

 

 
 


Voltar | Imprimir

 

Os dados pessoais fornecidos pelos usuários do site www.editorasulina.com.br são assegurados pela seguinte Política de Privacidade