Informar não é comunicar

Dominique Wolton



ISBN: 978-85-205-0558-8
Categoria: Comunicação
Edição: 1ª 2010 / 1ª reimpressão 2011
Formato: 14 x 21 cm
Nº de Pag.: 96
Peso: 0,137 Kg
Preço: R$ 23,00

Em tempos de excitação tecnológica é importante encontrar e ler autores dispostos a navegar na contramão dos ventos dominantes. Dominique Wolton, neste Informar não é comunicar, atua como um vírus devastador. Ataca a base dos novos determinismos tecnológicos e, obviamente, sem negar a importância da tecnologia, ousa sustentar que o essencial continua não estando na técnica. Mais do que isso, defende que a comunicação é mais importante do que a informação para o vínculo e a identidade. Intelectual polêmico e corajoso, Wolton investe contra os excessos dos discursos que fazem da internet uma revolução total e afirma que sem mediação não há conhecimento. É pouco? Tem muito mais: este é um livro que destaca o papel do jornalismo e dos jornalistas profissionais. Wolton não acredita na ideia de que doravante cada um será jornalista e terá seu jornal sob a forma de blog ou de qualquer outra ferramenta apta a eliminar a mediação. O jornalismo exige formação. É um métier. Ajuda a selecionar, hierarquizar e validar informações. Implica uma deontologia. Recorre a técnicas consolidadas ao longo do tempo. Funciona com um serviço incontornável nas democracias. Wolton, propondo uma teoria da comunicação, desmitifica a utopia da comunicação direta, sem intermediários, e, acima de tudo, pergunta: quem pagará pela informação? A ideia de uma circulação totalmente gratuita de informações é ingênua, lesiva a produtores e consumidores, desonesta e, claro, fadada ao fracasso. Tradução: Juremir Machado da Silva

 

 

 
 


Voltar | Imprimir

 

Os dados pessoais fornecidos pelos usuários do site www.editorasulina.com.br são assegurados pela seguinte Política de Privacidade