Editora Sulina
0

    Sua sacola está vazia.

Entregamos para todo o Brasil
Correios (PAC, SEDEX)
Em breve por transportadora
Forma de pagamento flexível.
Parcelamento em até 18X
CARTÕES DE CRÉDITO E DÉBITO | BOLETO | DEPÓSITO | PIX
Entrega expressa para Porto Alegre
COMPRE AGORA
Voltar

EM DEFESA DA ESCOLA

Pedagogias da Educação Pública na Disputa pela Democracia

Jaqueline Moll
Maria Carmen Silveira Barbosa
Coleção: Territórios da Educação | outros livros desta coleção

ISBN: 978-65-5759-107-9
Categoria(s): Educação    Políticas Públicas    Sociedade
Edição: 1ª edição - 2023
Formato: 16 x 23 cm
Nº de Pag.: 296
Peso: 0,425 Kg

R$ 63,90

R$ 79,90

A história da República Brasileira foi tecida a partir de uma dinâmica de poucos momentos de governos legítimos, em proximidade com a democracia e a cidadania, e muitas interrupções, por movimentos autoritários, que mantiveram grande parte da população excluída da escola. Esse processo histórico instável dificultou a construção das políticas, legislações e orçamentos educacionais. O tamanho do país, as desigualdades sociais, os territórios diferenciados estiveram entre os impasses para a construção de um pensamento nacional sobre a educação e a consolidação de um sistema educacional articulado, mas não homogeneizado, que tivesse como centro a formação humana e o direito universal à escolarização.
No início do século XX começou a ser elaborada a construção de um pensamento nacional sobre a educação, sustentado no reconhecimento da educação como um direito de todos os cidadãos e na necessidade de organização das redes públicas. Esse pensamento pedagógico tem como referência Anísio Teixeira, Florestan Fernandes, Paulo Freire, Darcy Ribeiro, Milton Santos e Maria Nilde Mascelani, entre tantos e tantas. Suas ideias inspiram a construção de propostas educativas qualificadas e democratizadoras nas escolas públicas e universidades e são trazidas como estruturais para pensar Pedagogias para Sociedades Democráticas.
Retomar essa tradição, não para copiá-la ou mantê-la na íntegra, mas para assumi-la como a raiz de uma grande árvore que sustenta um projeto educativo que segue expandindo-se e incorporando novas teorias e práticas. Criar uma escola que não seja qualquer escola, mas a escola comum para a população brasileira, uma escola emancipadora que acolha a todos, crianças, jovens e adultos, que construa pertencimento, vida comum e bem viver no seu dia a dia, que defenda e afirme uma ética do cuidado e os valores da democracia, da beleza, da sensibilidade e da solidariedade.

Entrega: Correios e Motoboy (Porto Alegre).

Forma de Pagamento: Depósito em conta corrente ou PagSeguro (cartões de crédito, débito e boleto bancário).

OBRAS RELACIONADAS


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0